segunda-feira, 19 de abril de 2010

Delegacias especializadas em Crimes Virtuais ,internet,eletronico ;






Delegacias especializadas em Crimes Virtuais
 
   
 
Você sabia que nos maiores centros do país já existem delegacias especializadas em combater os crimes virtuais?



A maioria dos crimes ocorridos na Internet são de meio, ou seja, a rede é um meio para a prática do delito. Caso a conduta configure um tipo previsto no Código Penal, os crimes virtuais podem ser punidos da mesma maneira quando ocorridos no "mundo real".



Por meio das Delegacias Especializadas é possível fazer um boletim de ocorrência de delitos ocorridos na Internet, sendo os mais comuns os crimes de calúnia, difamação, injúria, estelionato, dano e violação de direitos autorais.



Essas delegacias também têm efetuado os inquéritos relativos aos crimes de informática.


Contato Delegacias de Crimes Eletrônicos:


São Paulo



Dúvidas e notícias de crimes podem ser feitas pelo e-mail: 4dp.dig.deic@policiacivil .sp.gov.br

Atende pelo telefone 11 6221-7030 .

Pessoalmente no endereço Av. Zaki Narchi, 152 - Carandiru - São Paulo/SP.


Rio de Janeiro



DRCI - Delegacia de Repressão aos Crimes de Informática

Endereço: Rua da Relação, 42, 8º andar, Centro - Rio de Janeiro (RJ)

Fone: (21) 3399 - 3201/ 3399 - 3202


Belo Horizonte



DERCIFE - Delegacia Especializada de Repressão a Crimes contra Informática e Fraudes Eletrônicas

Endereço: Av. Antônio Carlos, 901, Lagoinha - Belo Horizonte (MG)

Fone: (21) 3399 - 3201/ 3399 - 3202


Curitiba



Polícia Civil do Paraná

Endereço: Rua José Loureiro 540, Centro - Curitiba (PR)

Fone: (41) 3883-8100 .

e-mail: cibercrimes@pc.pr.gov.br


Brasília



Divisão de crimes de Alta tecnologia - DICAT, Brasília (DF)

Endereço: Setor Áreas Isoladas Sudoeste, Bloco D - Brasília (DF). 


Fone: (61) 3462-9531
 
   

Fonte Legal: -

   
   
 
Informação de utilidade pública assinada pelo advogado Danilo Pataro, consultor jurídico do projeto JurisWay.
Mais informações no site www.jurisway.org.br

Nenhum comentário:

Postar um comentário